Polícia apreende material explosivo e detém suspeitos de participar de ataques a bancos no interior de SP

04 Setembro 2018
Autor :  

Detenções aconteceram em Nova Odessa e Americana; polícia apreendeu munições, arma e emulsões explosivas, além de outros materiais.

C
Cinco pessoas foram detidas neste domingo (2) em duas cidades da região suspeitas de participar de ataques a bancos. A polícia apreendeu ainda emulsões explosivas, munições e arma. As detenções aconteceram em Nova Odessa (SP) e Americana (SP).

Segundo a polícia, a equipe recebeu uma denúncia anônima de que um procurado pela Justiça tinha um comércio em Nova Odessa (SP) e que estaria escondendo explosivos e armas no local. O homem seria suspeito de envolvimento no roubo de uma empresa de valores em Recife (PE) e de um banco em Ribeirão Preto (SP), segundo foi denunciado à PM.

A polícia localizou o suspeito em Americana, mas nada de ilícito foi encontrado com ele. Ao ser questionado, ele confessou que teria fugido da penitenciária em Mococa (SP), mas negou envolvimento com o lava-rápido.

Os policiais, então, fizeram buscas no empreendimento alvo da denúncia, que fica no bairro Jardim das Palmeiras, em Nova Odessa. O lava-rápido estava fechado e não havia ninguém no local. Os policiais, então, começaram a quebrar uma parede que estava recém-construída.

Após conseguir entrar no local, a polícia encontrou emulsões explosivas, armas, colete balístico e munições que estavam escondidas no interior da construção, dentro de uma sacola azul. Com a movimentação de policiais, quatro pessoas chegaram no lava-rápido e foram detidas suspeitas de participação no caso.

 

Os policiais apreenderam, no total, uma pistola calibre 380, 14 emulsões explosivas, um colete balístico, 22 munições de .40, uma munição de .50, nove estojos deflagrados de .40, 4 munições de 635, oito munições de 380, um coldre de pistola, 2 bipés de metralhadora calibre .50, uma alça de metralhadora calibre .50 e duas balaclavas (gorros que escondem o rosto).

A PM acionou o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) para as providências quanto aos explosivos. Segundo a PM, os quatro detidos foram levados para o Plantão Policial de Nova Odessa, e de acordo com a Polícia Civil, foram liberados após prestar depoimento. O procurado da Justiça foi preso e levado para a Delegacia de Americana.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Civil, uma quinta pessoa esteve no lava-rápido no momento da ocorrência, mas deixou o local dizendo que iria procurar o dono. Segundo informações passadas à polícia, ele seria o proprietário do local, mas o suspeito não foi encontrado até a publicação desta reportagem.

Fonte: (G1)

20 Views
Franciele Galvão

Equipe de Redação Diário Notícias

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O Diário Notícias é um jornal dinâmico e interativo.Nossos ideais são pautados na seriedade e comprometimento. Nossa missão é informar e levar conhecimento a toda a população interessada, independente de opção política, religiosa ou social . Diário Notícias : Compromisso com a notícia!