Os textos e comentários contidos nesta seção representam e expressam unicamente a opinião do autor, e não do jornal Diário Notícias, com base na Lei de Liberdade de Expressão incisa na Constituição Federal Brasileira.

Como iniciar a alimentação do bebê

06 Outubro 2018
Autor :  

A introdução alimentar é a base, o início de uma história, um processo no qual a criança irá construir sua relação com o alimento.

U
Um bebê dispõe de muitos instintos, já nasce apto para sucção no peito, por exemplo. Com o passar dos meses vai se tornando apto a mastigar, saborear e reconhecer os alimentos, um processo adquirido através de estímulos conduzidos por um adulto. 

Embora esteja preparada para isso a partir do sexto mês, para a criança comer é uma habilidade que precisa ser estimulada para que a conquiste adequadamente. E a introdução alimentar é o marco mais importante no desenvolvimento da criança, então devem ser levados em consideração vários critérios para que isso ocorra da melhor forma possível.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o bebê precisa receber exclusivamente o leite materno nos seis primeiros meses de vida e de forma continuada até 2 anos ou mais. A alimentação inicial tem a função de complementar o leite materno e, a partir do primeiro ano, o leite materno vai complementar a alimentação.

O processo é gradual e de transição, onde a criança vai aprender a lidar com uma nova atividade que irá fazer para o resto da vida: COMER. E as suas escolhas e habilidades irão depender dos estímulos recebidos nos primeiros anos de vida.

A interação com o alimento é fundamental, afinal, um bebê explora o mundo com as mãos bem como levando os objetos à boca. Portanto, é fundamental para a criança tocar, explorar e interagir com o alimento; caso contraria, a recusa ao alimento acontece por falta de interação, por não permitir que o bebâ entenda e participe ativamente da sua própria refeição. Então, o mais importante é saber como conduzir o aprendizado e ensinar a criança ter autonomia; e não somente alimentar a criança visando quantidades, papinhas misturadas, sucos e sopas, pode não ser favorável ao reconhecimento e aprendizado.

Os pais devem ensinar bons hábitos às crianças e entender o que é uma alimentação saudável para repassar aos filhos. Não adianta acharem que uma simples restrições ou trocar (açúcar por adoçante, pão branco por integral) seja uma alimentação saudável. A família também precisa ser um modelo que possa ser reproduzido pela criança.

Até a próxima !

  • Redes Sociais:
45 Views
Annia Ferraz

Annia Ferraz 28 anos estudante em nutrição, apaixonada pelo meu estilo de vida.
Meu objetivo é tentar passar para vocês a realidade sobre nutrição, pois não precisamos nos sacrificar para atingir nossos objetivos, nutricionista não proíbe alimentos, mostras as melhores opções, de acordo com que cada organismo necessita fazendo as melhores escolhas. Vamos alimentar ideias.

O Diário Notícias é um jornal dinâmico e interativo.Nossos ideais são pautados na seriedade e comprometimento. Nossa missão é informar e levar conhecimento a toda a população interessada, independente de opção política, religiosa ou social . Diário Notícias : Compromisso com a notícia!