90 anos: com Pelé, Garrincha e 100 mil, duelo Atlético-MG x Flamengo coleciona histórias além de 1981

18 Maio 2019
Autor :  

Rivalidade marcada por disputa na década de 1980, duelo entre alvinegros e rubro-negros tem "lado B" com ídolos do futebol brasileiro

D
Daqui um mês, o confronto entre Atlético-MG e Flamengo completará 90 anos de disputa. Neste sábado, os times medem força no Estádio Independência pela sexta rodada do Brasileirão 2019, às 19h (de Brasília) - clique aqui e saiba mais. O Galo pode igualar o número de vitórias do Fla na competição (24 a 23).

Rivais históricos, alvinegros e rubro-negros acumulam histórias que vão além das disputas memoráveis e polêmicas dos esquadrões da década de 1980, comandados por Reinaldo e Zico. Ambos, inclusive, se encontraram pela primeira vez bem antes daqueles jogos empolgantes quando os times eram a base da seleção brasileira. O duelo ainda teve presença de Pelé em jogo beneficente e homenagem a Garrincha no Mineirão.

O início
17 de junho de 1929
Atlético-MG 2x3 Flamengo
Primeiro jogo da história entre Atlético e Flamengo completará 90 anos daqui um mês. Disputado em caráter amistoso no antigo Estádio Antônio Carlos, onde hoje se encontra o Diamond Mall, o qual teve 50,1% vendido pelo Galo para viabilizar o projeto da Arena MRV. O Flamengo venceu por 3 a 2, com hat-trick de Fragoso contra um Atlético-MG que contava com o trio maldito Said, Jairo e Mário de Castro.

Neutro?
27 de janeiro de 1951
Atlético-MG 2x2 Flamengo
Novamente num amistoso, o Atlético tinha o Antônio Carlos e também o Independência para atuar. Entretanto, recebeu o Rubro-Negro no extinto Estádio da Alameda (Otacílio Negrão de Lima), de propriedade do América. Atualmente, o terreno comporta um supermercado em Belo Horizonte.

Primeira vez no Horto
8 de fevereiro de 1953
Atlético-MG 1x2 Flamengo
Construído para a Copa do Mundo de 1950, o Independência virou também casa do Atlético. A primeira partida entre alvinegros e rubro-negros, no Horto, foi só três anos depois. Vitória carioca por 2 a 1 no velho Independência, mesmo local, reformulado, do confronto deste sábado.

No Maraca
15 de novembro de 1955
Flamengo 4x0 Atlético-MG
A primeira partida do Atlético no Maracanã foi justamente diante do Flamengo. No dia do aniversário de 60 anos do Rubro-Negro, a equipe carioca venceu os mineiros por 4 a 0. O time rubro-negro tinha Zagalo e Dida no ataque. O Galo era comandado por Paulinho Valentim, que viraria ídolo do Botafogo. Quem roubou a cena mesmo foi outro Paulinho, do Flamengo, com dois gols. O Atlético era tricampeão mineiro.
1º oficial
2 de abril de 1967
Atlético-MG 3x1 Flamengo
Depois de 25 amistosos seguidos, Atlético e Flamengo fizeram o primeiro jogo oficial da história do duelo em 1967, pelo torneio Roberto Gomes Pedrosa (Robertão). Ambos foram eliminados na primeira fase (grupo) num campeonato em que o Palmeiras seria o campeão.

Homenagem no Mineirão
10 de dezembro de 1968
Atlético-MG 2x2 Flamengo
Garrincha era a estrela da companhia do Flamengo. O Atlético receberia a comitiva carioca para amistoso no Mineirão. O "anjo das pernas tortas" ganharia placa de bronze do Estádio Magalhães Pinto em homenagem à carreira. O bicampeão mundial foi substituído durante o empate de 2 a 2. Logo depois, o Galo encararia o Seleção da Iugoslávia, vestido de verde e amarelo, e representando a Seleção Brasileira.

Entrega de faixas
24 de janeiro de 1972
Atlético-MG 2x1 Flamengo
Vencedor do campeonato brasileiro de 1971, o Atlético fez o primeiro jogo no ano seguinte em amistoso diante do Flamengo. Com Telê Santana temeroso quanto à condição física do elenco, o jogo no Mineirão teve entrega de faixas de campeão por parte dos atletas do Flamengo aos jogadores alvinegros.

Reinaldo x Zico
16 de setembro de 1973
Atlético-MG 3x0 Flamengo
Pelo Campeonato Brasileiro, os maiores ídolos dos dois clubes se enfrentaram pela primeira vez. Reinaldo, "baby craque" do Galo, tinha apenas 16 anos e, sob comando de Telê Santana, fez um dos gols da vitória alvinegra no Mineirão contra o Flamengo onde Zico, aos 20 anos, fazia o ataque com Dadá Maravilha. Rei x Galinho seria um confronto marcante na década seguinte, com decisão de Brasileirão e de fase de grupos da Copa Libertadores.

Vossa majestade, o Rei
6 de abril de 1979
Flamengo 5x1 Atlético-MG
Em um amistoso organizado para arrecadar donativos para vítimas de enchente em Minas Gerais, o Flamengo recebeu o Atlético no Maracanã com um reforço invejável. Pelé, aos 39 anos, deixava a aposentadoria para vestir a camisa 10. O Galo, desfalcado de Reinaldo e com Dadá Maravilha, abriu o placar com Marcelo Oliveira. Mas logo Zico fez três gols e a goleada se construiu. Foi o último jogo de Dadá pelo Atlético, num total de 290 partidas e 211 gols. Quase 140 mil pessoas foram ao Mário Filho, com renda doada aos atingidos pela tragédia climática que atingiu Minas e o Espírito Santo.

Em 1979, Pelé veste a 10 do Flamengo em amistoso com o Atletico-MG

Lotação
4 de fevereiro de 1987
Atlético-MG 1x0 Flamengo
O Atlético venceu o Flamengo por 1 a 0 por jogo válido pelas oitavas de final do Campeonato Brasileiro de 1986, que registrou, pela última vez, mais de 100 mil pagantes no Mineirão. Foram 107.497 torcedores comprando ingressos. O Galo precisava de uma vitória simples, e conseguiu com gol de Nelinho, de pênalti. Eliminou o Flamengo e enfrentaria o Cruzeiro nas quartas. Chegaria até a semifinal, eliminado pelo Guarani.

Atlético-MG elimina Flamengo do Brasileiro de 1986

Na lama
30 de março de 1991
Flamengo 1x3 Atlético-MG
Uma forte chuva atingiu o Rio de Janeiro e castigou o gramado do Maracanã a ponto de os jogos marcados para o estádio serem transferidos de praça. Foi o caso de Flamengo x Atlético pela 10ª rodada do Brasileirão de 1991. O clássico de grandes torcidas foi parar no pequeno estádio da Gávea, na sede do Rubro-Negro, com cerca de 5 mil espectadores. O gramado, mal aparado na véspera, enlameado, favoreceu o jogo do Galo, que venceu por 3 a 1.

Campeões mundiais
8 de fevereiro de 1995
Atlético-MG 3x2 Flamengo
Dois campeões mundiais com papel crucial na conquista do Tetra se enfrentavam no Mineirão. Ainda em clima de pré-temporada, Taffarel fazia a estreia pelo Galo. Do outro lado, Romário havia feito o primeiro jogo com a camisa do Flamengo na partida anterior, em amistoso diante do Uruguai. O Galo venceu por 3 a 2 num duelo entre Levir Culpi e Vanderlei Luxemburgo, no ano do centenário do Flamengo.

Fonte:(Globo Esporte)

185 Views
Eduardo Spider

Eduardo Spider é viciado em Netflix e jogos multi-usuários. Ainda ganha mesada do pai e detesta fazer exercícios. Nada como um grande balde de pipoca e cinema. Pretende se formar em Direito...ou esquerdo. Qualquer um serve.

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O Diário Notícias é um jornal dinâmico e interativo.Nossos ideais são pautados na seriedade e comprometimento. Nossa missão é informar e levar conhecimento a toda a população interessada, independente de opção política, religiosa ou social . Diário Notícias : Compromisso com a notícia!