Mumuzinho vence 'Show dos Famosos': 'Não existe o impossível'

09 Julho 2018
Autor :  

Além dos finalistas Helga Nemeczyk, Mumuzinho, Tiago Abravanel, Silvero Pereira e Naiara Azevedo, Paulo Ricardo, Sandra de Sá e Alessandra Maestrini também fizeram suas últimas homenagens da competição.

E
E temos um grande vencedor na edição de 2018 do Show dos Famosos! Mumuzinho brilhou no palco do Domingão deste dia 8/7 com a linda e emocionante homenagem a Dona Ivone Lara - e notas 10 de Boninho, Claudia Raia e Miguel Falabella - e levou o troféu da competição.

O cantor ainda deixou uma mensagem para o público no fim do quadro:

"Não desista nunca. Não existe o impossível, existem o possível e a dedicação"

"É sempre bom a gente se desafiar. Eu não esperava nunca. Meu sonho era vir no seu programa cantar só minha música", lembrou Mumuzinho, ao lado de Faustão, após sua apresentação no palco.

"Valeu a pena porque só Deus sabe o quanto eu lutei para chegar até aqui e não foi pelo elevador, foi pelas escadas que eu subi"
A performance de Mumuzinho tocou Miguel Falabella:

"Enquanto você fazia a Dona Ivone, estava passando na minha cabeça a sua trajetória aqui no programa. Que bacana te ver, cara".

No esquenta para a disputa pelo troféu da competição, se apresentaram Paulo Ricardo, Sandra de Sá e Alessandra Maestrini, com tributos a Elvis Presley, Clementina de Jesus e Pink, respectivamente. As notas de todos os finalistas - além de Mumuzinho, Naiara Azevedo, Tiago Abravanel, Silvero Pereira e Helga Nemeczyk - foram zeradas e as que eles conquistaram nas apresentações deste domingo definiram o grande campeão.

"Elvis é um fenômeno [...]. Ele canta absolutamente afinado e dança que é uma coisa que ele inventou. [...] Tem que ter muito fôlego e, além do mais, tem o fator adrenalina de estar aqui. A gente fica um pouco nervoso", disse ele após a apresentação.

O cantor também revisitou sua trajetória no quadro:

"É uma coisa que eu nunca fiz. São muitos anos fazendo mais ou menos a mesma coisa. Aqui tive a oportunidade de aprender muito com todo mundo. E é uma superprodução!"

"Desde a minha adolescência, lá em casa rolava Clementina direto. Sempre fui apaixonada. Tem altas histórias incríveis da Clementina"
Sandra revelou que escolheu suas homenagens a dedo para o quadro, para valorizar algumas pessoas.

"Passou a carreira dela toda e ela morreu sem perceber o quanto ela representava. [...] Foi um dos motivos pelo qual eu quis vir com Jamelão, com Maria Alcina, com Clementina", disse sobre o nome que escolheu para este último dia.

Ela ainda falou sobre os desafios da competição:

"O maior desafio aqui não é físico, é emocional"
"O mais difícil para mim, eu te citaria [...]: o Axl Rose, porque é Heavy Metal e minha formação é de cantora lírica. É uma cantora de ópera que está rasgando a garganta", completou.

"É uma menina que saiu, assim como eu, de um lugar que as pessoas pensam que não existe muita expectativa de vencer na vida, alcançar o auge, o sonho, e a gente conseguiu se erguer, se provar", disse a cantora, comparando sua história de vida com a da homenageada.

"É uma bela inspiração de mulher"
Claudia Raia elogiou a apresentação de Naiara Azevedo.

"Você trouxe a Anitta para a gente. [...] Você é uma performer, mais do que uma cantora. [...] Você tira a gente da cadeira", disse a atriz logo antes de dar a sua nota.

"A gente, em todos os personagens, tenta ouvir bastante a persona falando em entrevistas para conhecer um pouco mais da personalidade e depois mergulhar na obra. Eu ouvi muitas músicas do Milton, já era fã dele. Mas óbvio que quando você vai preparar um personagem, você entra de cabeça", disse Tiago sobre sua preparação.

"Buscando esse caminho todo, eu vi o quão sensivel esse cara é para fazer o que ele faz, para dizer o que ele diz em cada música dele: só tendo um coração e a alma gigantes que ele tem"
Boninho destacou a dificuldade da apresentação:

"É uma homenagem bacana e muito difícil. O Milton é um cara muito tímido".

"Eu escolhi essa música porque, quando vocês tiverem um momento, vejam a tradução. Foi a última música que ela escolheu para gravar. Ela morreu com 47 anos. É uma música que fala: 'Não, não me arrependo de nada, nem do bem, nem do mal. Paguei, está varrido'".

O ator foi elogiado pelos jurados.

"Você é um cara muito corajoso nas suas escolhas. Escolher Piaf é uma escolha muito difícil, porque Piaf não era uma performer, ela era uma mulher que se apresentava", comentou Miguel Falabella.

"Liza sempre foi uma inspiração para mim, para todas as atrizes de musical, eu acredito. Uma atriz completa, cantora, bailarina que interpretava muito, muito intensa, talentosa", começou Helga.

"Para mim, estar aqui, representa isto: cantar, interpretar, dançar, tudo junto ao mesmo tempo. É o meu ofício, é o que eu escolhi para fazer na minha vida"
Claudia Raia exaltou a semelhança da atriz com a homenageada:

"Você ficou a cara dela, impressionante. [...] Ela tem um gestual que você pegou essa força que a gente viu essa vida inteira".

Fonte: (GShow)

 

47 Views
Franciele Galvão

Equipe de Redação Diário Notícias

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Entretenimento

O Diário Notícias é um jornal dinâmico e interativo.Nossos ideais são pautados na seriedade e comprometimento. Nossa missão é informar e levar conhecimento a toda a população interessada, independente de opção política, religiosa ou social . Diário Notícias : Compromisso com a notícia!