Política

Aumenta número de denúncias de abuso sexual contra funcionários da ONU e de agências parceiras

18 Março 2019
Autor :  

Secretário-geral da ONU pede mudança de cultura, mas vê maior esforços das organizações parceiras para garantir a notificação de todos os casos.

O
O número de denúncias de abuso e exploração sexual contra funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) e de entidades parceiras quase dobrou em 2018, na comparação com o ano anterior.

Segundo dados divulgados pela própria ONU nesta segunda-feira (18), foram registradas 259 queixas de janeiro a dezembro, um aumento de 87% em relação ao mesmo período em 2017. Veja o gráfico abaixo.

Aumenta número de denúncias contra funcionários da ONU e de parceiras
Relatório das Nações Unidas mostra aumento considerável no total de queixas por abuso e exploração sexual
Denúncias de abuso sexual
2016
2017
2018
125
150
175
200
225
250
275
Fonte: ONU
Por outro lado, o número de queixas contra agentes da ONU em missões de paz caiu pelo segundo ano consecutivo. Nessas operações, foram registradas 54 denúncias em 2018, contra 103 em 2016. A maioria – cerca de 74% do total – ocorreu em missões na República Centro-Africana e na República Democrática do Congo.

Os números indicam, portanto, que as denúncias atingem cada vez mais funcionários de outras agências parceiras da ONU. Cerca de 90 mil funcionários dessas entidades participam das operações, além dos mais de 100 mil uniformizados das Nações Unidas.

Secretário pede 'transformação cultural'
António Guterres, em foto de 2018 — Foto: Reprodução/ONU António Guterres, em foto de 2018 — Foto: Reprodução/ONU
António Guterres, em foto de 2018 — Foto: Reprodução/ONU

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, disse à Assembleia Geral que a maioria das vítimas é composta por mulheres e crianças. Ele ainda enfatizou a política de tolerância zero para esses casos e afirmou que está engajado em uma "transformação cultural" para eliminar o abuso e a exploração sexual no sistema das Nações Unidas.

Guterres também disse que o aumento nas denúncias ocorreu, possivelmente, por causa do aumento da sensibilização sobre os abusos. Ele também diz que houve maior trabalho das 30 agências, fundos e programas parceiros para notificar todos os casos.

O chefe da ONU advertiu também que as acusações de exploração e abuso sexual "fere aqueles a quem servimos, destrói os princípios e valores das Nações Unidas e corroem a reputação dos homens e mulheres que trabalham com integridade e dedicação para tornar realidade os objetivos da organização".

Fonte:(G1)

150 Views
Eduardo Spider

Eduardo Spider é viciado em Netflix e jogos multi-usuários. Ainda ganha mesada do pai e detesta fazer exercícios. Nada como um grande balde de pipoca e cinema. Pretende se formar em Direito...ou esquerdo. Qualquer um serve.

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O Diário Notícias é um jornal dinâmico e interativo.Nossos ideais são pautados na seriedade e comprometimento. Nossa missão é informar e levar conhecimento a toda a população interessada, independente de opção política, religiosa ou social . Diário Notícias : Compromisso com a notícia!