Política

Combate à corrupção não é obra de 'herói' ou 'salvador da pátria', diz Toffoli

24 Maio 2019
Autor :  

Presidente do STF discursou em encontro nacional de juízes estaduais, em Foz do Iguaçu (PR). Ele defendeu competência da Justiça Eleitoral para julgar crimes comuns ligados a eleitorais.

O
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, disse nesta sexta-feira (24) que os resultados alcançados pelo país no combate à corrupção refletem um processo institucional, e não a ação de determinada pessoa ou de um "herói da pátria".

Ele discursou na abertura de um encontro nacional de juízes estaduais, realizado em Foz do Iguaçu (PR).
O presidente do STF deu a declaração no momento em que mencionava o trabalho de juízes no enfrentamento ao crime organizado.

“Como tenho dito em palestras sobre o combate à corrupção, os resultados de hoje não são obra de determinadas pessoas, muito menos de quem se pretende herói ou de salvador da pátria, mas um desdobramento de um processo institucional que criou os marcos legais, como a lei da transparência, como a lei de combate ao crime organizado, como a lei da colaboração premiada", afirmou Toffoli.

O ministro também defendeu a decisão do STF de manter a competência da Justiça Eleitoral para processar e julgar crimes conexos aos eleitorais. Para Toffoli, a Justiça Eleitoral dá conta dos processos em prazos recordes, com rapidez, celeridade e com extrema qualidade.

"A Justiça Eleitoral brasileira está em muito boas mãos e aquilo que está funcionando não deve ser modificado. E quanto a essa questão dos crimes conexos, não tenho duvido de que vossas excelências os juízes estaduais a frente das zonas eleitorais, saberão muito bem cuidar, lidar e julgar esses casos", argumentou.

Auxílio-moradia
Em seu discurso, Toffoli ainda ressaltou a importância do fim do auxílio-moradia para juízes. O benefício deixou de ser pago em novembro de 2018.

"Foi extremamente relevante para que nós pudéssemos iniciar este ano sem essa pecha nos nossos ombros. Imagina se iniciássemos este ano de 2019 ainda com uma liminar de auxílio-moradia", disse Toffoli.

 Fonte:(G1)

217 Views
Eduardo Spider

Eduardo Spider é viciado em Netflix e jogos multi-usuários. Ainda ganha mesada do pai e detesta fazer exercícios. Nada como um grande balde de pipoca e cinema. Pretende se formar em Direito...ou esquerdo. Qualquer um serve.

E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O Diário Notícias é um jornal dinâmico e interativo.Nossos ideais são pautados na seriedade e comprometimento. Nossa missão é informar e levar conhecimento a toda a população interessada, independente de opção política, religiosa ou social . Diário Notícias : Compromisso com a notícia!